ACRIMtabaco.jpg

Fatores de risco

O cancro do rim desenvolve-se frequentemente em pessoas com idades acima dos 40 anos, mas ninguém sabe a causa exata desta doença. Os médicos raramente podem explicar a razão de algumas pessoas desenvolverem cancro do rim e outras não. 
As investigações mostraram que pessoas com determinados fatores de risco poderão ter maior probabilidade de desenvolver cancro do rim. Um fator de risco é algo que aumenta a possibilidade de alguém vir a desenvolver uma doença. A partir dos estudos realizados, foi possível definir os seguintes fatores de risco para o cancro do rim:
 
Tabagismo:
Os fumadores têm quase o dobro do risco de desenvolver cancro renal, em comparação com os não fumadores. Se a pessoa deixar de fumar, com o tempo este risco adicional pode reverter.
Obesidade: 
Pensa-se que o excesso de peso ou a obesidade estão associados a um risco aumentado de desenvolver cancro renal, tanto no homem como na mulher. Suspeita-se que a gordura corporal em excesso possa causar alterações em determinadas hormonas, as quais podem favorecer o desenvolvimento de cancro renal.
 
Hipertensão arterial:
Está provado que a tensão arterial elevada é um fator de risco para o cancro do rim.
Pedras nos rins: 
Nos homens, as pedras nos rins estão associadas a um risco mais elevado de desenvolver cancro renal.
 
Exposição a produtos tóxicos:
As pessoas que estão regularmente expostas a determinados químicos, como o amianto, o chumbo, o cádmio, solventes para limpeza a seco, herbicidas, o benzeno, solventes orgânicos, derivados do petróleo, assim como as pessoas que trabalham nas indústrias do ferro e do aço, poderão ter um risco aumentado de cancro renal.
História familiar:
As pessoas com familiares com cancro renal, têm um risco aumentado de o vir a desenvolver. Este factor pode dever-se a genes que são transmitidos, no entanto, apenas 3 a 5% dos cancros renais são geneticamente transmitidos.

Tradução IKCC - International Kidney Cancer Coalition